Being Her(e) Luanda

26/12/2017 By

Em parceria com a Kauru – African Contemporary Art Project, a exposição reúne trabalhos de 14 artistas africanas com curadoria de Paula Nascimento e Violet Natume.
Being Her(e) examina as percepções históricas e contemporâneas do que significa ser um corpo feminino na África contemporânea. A dupla interação no título implica não só uma presença denotada através do tempo e do espaço – Being Here (estar aqui) – mas também uma presença feminina irrefutável e desafiadora, que se articula como um indivíduo – Being Her (ser ela).


Percorrendo uma historiografia a do corpo, que opta por articular a sua presença e impacto, Being Her(e) pretende abrir um espaço de reflexão sobre o acto de criação de mitos em relação ao corpo feminino, incorporando e interpretando a “mulher” e a interioridade feminina. Faz isso, abordando vários temas, incluindo género, subjetividade, memória, pertença, sexualidade e identidade. A exposição invoca o corpo como um ponto de partida – um espaço simultaneamente íntimo e colectivo, e um lugar de inscrição sócio- política, onde a história é contestada e fantasias são estabelecidas – bem como o tempo e a temporalidade em relação às transições da infância à maturidade, autorrepresentação, memória, vivências e geografias pessoais.


O conjunto de obras seleccionadas e apresentadas, tanto de forma isolada como em diálogo umas com as outras, confrontam, contextualizam, questionam e (re)definem noções históricas e contemporâneas do que significa ser um corpo feminino em África, e na diáspora africana, questionando ideias pré-concebidas sobre a feminilidade assim como abrindo uma reflexão mais abrangente sobre o evasivo tema de identidade e suas diversas formas de representação.

Video Trailer