Goncalo Mabunda
Goncalo Mabunda
THE YOUNG MAN OF HORUS, Welding on metal and weapons, 92X54X20Cm, 2018
Goncalo Mabunda
Goncalo Mabunda
THE LAYER CENTRALIZER, Welding on metal and weapons, 132X60X18 Cm, 2018
Goncalo Mabunda
Goncalo Mabunda
THE TRAVELER OF THE NEW TIME, Welding on metal and weapons, 120X92X12 Cm, 2019
Goncalo Mabunda
Goncalo Mabunda
THE PURSUER OF FEAR, Welding on metal and weapons, 72X50X18 Cm, 2018
Goncalo Mabunda
Goncalo Mabunda
THE GESTURAL BOY, Weldingand metal, 108X44X18 Cm, 2018
Goncalo Mabunda
Goncalo Mabunda
THE USED DEAF PERSON, Welding on metal andweapons, 62X52X28 Cm, 2018
Goncalo Mabunda
Goncalo Mabunda
THE OWNER OF THE BLUE LIGHT, Welding on metal and weapons, 118X80X18 Cm, 2019
Goncalo Mabunda
Goncalo Mabunda
THE MANAGER OF THE OTHER, Welding on metal and weapons 108 X70X20 Cm, 2019
Goncalo Mabunda
Goncalo Mabunda
THE ABSOLUST IST, Welding on metal and weapons, 132 X 78 X 16 Cm, 2019
Goncalo Mabunda
Goncalo Mabunda
THE POETF THE UNKNON SUCCESS, Welding on metal and weapons, 92X74X24 Cm, 2019
Goncalo Mabunda
Goncalo Mabunda
THE MANOF THE NEW ORBIT, Welding on metal and weapons, 96X62X24 Cm, 2019
Goncalo Mabunda
Goncalo Mabunda
OTHE OWNER OF THE NEW LOOKS, Soldering on obsolete milers metal 60 × 65 × 10 cm, 2018
Goncalo Mabunda
Goncalo Mabunda
THE PRODUCER OF THE IMAGES,Welding on metal and weapons, 84X64X28 Cm, 2018
Goncalo Mabunda
Goncalo Mabunda
THE YOUNG MAN.WITH HIS RIGHTS CUT, Welding on metal and weapons, 76X56X22 Cm, 2018

Gonçalo Mabunda

GONÇALO MABUNDA

Nascido em 1975, Maputo, Moçambique, Mabunda está interessado na memória colectiva do seu país, que só recentemente emergiu de uma longa e terrível guerra civil. Trabalha com as armas recuperadas em 1992, no final do conflito de dezasseis anos que dividiu a região.

Nas suas esculturas dá formas antropomórficas para AK47s, lançadores de foguetes, pistolas e outros objetos de destruição. Embora se possa dizer que as máscaras se baseiam em uma história local da arte tradicional africana, o trabalho de Mabunda adquire uma impressionante vantagem modernista semelhante às imagens de Braque e Picasso. As armas de guerra desativadas carregam fortes conotações políticas, mas os belos objetos que ele cria também transmitem uma reflexão positiva sobre o poder transformador da arte e a resiliência e criatividade das sociedades civis africanas.

Mabunda é mais conhecido pelos seus tronos, que como afirma, funcionam como atributos de poder, símbolos tribais e peças tradicionais da arte étnica africana. São uma forma irónica de comentar a sua experiência infantil de violência e o absurdo da guerra civil que isolou o seu país por um longo período.

O seu trabalho já foi apresentado na Bienal de Veneza, Museu Kunst Palast, Dusseldorf, Galeria Hayward em Londres, Pompidou em Paris, Guggenheim, Bilbao, Museu de Arte Mori, Vitra Design Museum, Alemanha, Tóquio e em várias feiras de arte como: 1-54 Conteporary African Art Fair, Cape Town Art Fair, FNB Joburg Art Fair ou ARTISSIMA.

(descarregar BIO completa)